Preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança e antropometria de crianças

Autores

  • Dixis Figueroa Pedraza

DOI:

https://doi.org/10.14295/jmphc.v10i0.957

Palavras-chave:

Registros de Saúde Pessoal, Saúde da Criança, Promoção da Saúde, Estado Nutricional, Crescimento e Desenvolvimento

Resumo

Descrever o preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança (CSC) e analisar sua relação com o estado nutricional de crianças assistidas em creches. Estudo transversal desenvolvido com 402 crianças de 24 a 72 meses de idade assistidas em creches de Campina Grande, Paraíba, Brasil. O estado nutricional foi avaliado pelos índices estatura/idade, peso/idade e IMC/idade. Verificou-se a adequação de 17 variáveis da CSC. Analisou-se a relação do escore de preenchimento da CSC com os escores-Z dos índices antropométricos.: As variáveis que apresentaram maiores frequências de preenchimento incorreto foram o registro do peso e perímetro cefálico na curva de crescimento e o registro do desenvolvimento neuropsicomotor. Crianças com preenchimento adequado da CSC tiveram maior média de estatura/idade. Os achados apresentados evidenciam deficiências de preenchimento da CSC entre crianças assistidas em creches que compreendem parâmetros do crescimento e desenvolvimento. Sugere-se o desenvolvimento de pesquisas para testar a associação entre essas deficiências com o crescimento da criança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Andrade GN, Rezende TMRL, Madeira AMF. Caderneta de saúde da criança: experiências dos profissionais da atenção primária à saúde. Rev Esc Enferm USP. 2014;48(5):857-64. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-6234201400005000012.

Alves CRL, Lasmar LMLBF, Goulart LMHF, Alvim CG, Maciel GVR, Viana MRA, et al. Qualidade do preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança e fatores associados. Cad Saude Publica. 2009;25(3):583-95. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000300013.

Brasil, Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: crescimento e desenvolvimento. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2012. (Cadernos de Atenção Básica; vol. 33).

Goulart LMHF, Alves CRL, Viana MRA, Moulin, ZS, Carmo GAA, Costa JG, et al. Caderneta de Saúde da Criança: avaliação do preenchimento dos dados sobre gravidez, parto e recém-nascido. Rev Paul Pediatr. 2008;26(2):106-12. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822008000200002.

Costa JSD, Cesar JÁ, Pattussi MP, Fontoura LP, Barazzetti L, Nunes MF, et al. Assistência à criança: preenchimento da caderneta de saúde em municípios do semiárido brasileiro. Rev Bras Saude Matern Infant. 2014;14(3):219-27. http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292014000300003.

Ceia MLM, Cesar JA. Avaliação do preenchimento dos registros de puericultura em unidades básicas de saúde em Pelotas, RS. Rev AMRIGS. 2011;55(3):244-9.

Rocha ACD, Figueroa Pedraza D. Acompanhamento do crescimento infantil em unidades básicas de saúde da família do município de Queimadas, Paraíba, Brasil. Texto Cont Enferm. 2013;22(4):1169-78. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072013000400036.

Almeida AC, Mendes LC, Sad IR, Ramos EG, Fonseca VM, Peixoto MVM. Uso de instrumento de acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança no Brasil - Revisão sistemática de literatura. Rev Paul Pediatr. 2016;34(1):122-31. http://dx.doi.org/10.1016/j.rppede.2015.12.002.

Figueroa Pedraza D. Growth surveillance in the context of the Primary Public Healthcare Service Network in Brazil: literature review. Rev Bras Saude Matern Infant. 2016;16(1):7-19. http://dx.doi.org/10.1590/1806-93042016000100002.

Mangasaryan N, Arabi M, Schultink W. Revisiting the concept of growth monitoring and its possible role in community-based nutrition programs. Food Nutr Bull. 2011;32(1):42-53. http://dx.doi.org/10.1177/156482651103200105.

Figueroa Pedraza D, Souza MM, Rocha ACD. Fatores associados ao estado nutricional de crianças pré-escolares brasileiras assistidas em creches públicas: uma revisão sistemática. Rev Nutr. 2015;28(4):451-64. http://dx.doi.org/10.1590/1415-52732015000400010.

Maranhão DG, Sarti CA. Creche e família: uma parceria necessária. Cad Pesqui. 2008;38(133):171-94. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742008000100008.

Leite RFB, Veloso TMG. Limites e avanços do Programa Saúde da Família de Campina Grande: um estudo a partir de representações sociais. Saude Soc. 2009;18(1):50-62. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902009000100006.

Brasil, Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Orientações para a coleta e análise de dados antropométricos em serviços de saúde: Norma Técnica do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional – SISVAN. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2011.

World Health Organization. WHO Child Growth Standards. Length/height-for-age, weight-for-age, weight-for-length, weight-for-height and body mass index-for-age. Methods and development. Geneva: WHO; 2006.

Onis M, Onyango AW, Borghi E, Siyam A, Nishida C, Siekmanna J. Development of a WHO growth reference for school-aged children and adolescents. Bull World Health Org. 2007;85(9):660-7. http://dx.doi.org/10.2471/blt.07.043497.

Brasil, Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas, Manual para utilização da Caderneta de Saúde da Criança. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2005.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Antropometria e análise do estado nutricional de crianças e adolescentes no Brasil. Brasília, DF: IBGE; 2006.

Linhares AO, Gigante DP, Bender E, Cesar JÁ. Avaliação dos registros e opinião das mães sobre a caderneta de saúde da criança em unidades básicas de saúde, Pelotas, RS. Rev AMRIGS. 2012;56(3):245-50.

Faria M, Nogueira TA. Avaliação do uso da caderneta de saúde da criança nas unidades básicas de saúde em um munícipio de Minas Gerais. Rev Bras Cien Saude. 2013;11(38):8-15. https://doi.org/10.13037/rbcs.vol11n38.1944.

Assunção PL, Novaes HMD, Alencar GP, Melo ASO, Almeida MF. Desafios na definição da idade gestacional em estudos populacionais sobre parto pré-termo: o caso de um estudo em Campina Grande (PB), Brasil. Rev Bras Epidemiol. 2011;14(3):455-66. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2011000300010.

Oliveira TG, Freire PV, Moreira FT, Moraes JSB, Arrelaro RC, Rossi S, et al. Escore de Apgar e mortalidade neonatal em um hospital localizado na zona sul do município de São Paulo. Einstein. 2012;10(1):22-8. http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082012000100006.

Brasil, Ministério da Saúde. Portaria nº 569 de 01 de junho de 2000. Instituição do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento no âmbito do Sistema Único de Saúde. Diário Oficial da União. Brasília, DF (8 jun. 2000); Sec. 1:4.

Abud SM, Gaíva MAM. Registro dos dados de crescimento e desenvolvimento na caderneta de saúde da criança. Rev Gaucha Enferm. 2015;36(2):97-105. http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2015.02.48427.

Amorim LP, Senna MIB, Soares ARS, Carneiro GTN, Ferreira EF, Vasconcelos M, et al. Avaliação do preenchimento da caderneta de saúde da criança e qualidade do preenchimento segundo o tipo de serviço de saúde usado pela criança. Cienc Saude Colet. 2018;23(2):585-97. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232018232.06962016.

Palombo CNT, Duarte LS, Fujimori E, Toriyama ATM. Uso e preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança com foco no crescimento e desenvolvimento. Rev Esc Enferm USP. 2014;48(Esp):60-7. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420140000600009.

Araujo EMN, Gouveia MTO, Figueroa Pedraza D. Use of a child health surveillance instrument focusing on growth. A cross-sectional study. Sao Paulo Med J. 2017;135(6):541-7. http://dx.doi.org/10.1590/1516-3180.2016.0345120617.

Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria de Estado da Saúde Pública. Protocolo para investigação de casos de microcefalia. [Natal]: Secretaria de Estado da Saúde Pública; 2015.

Silva FB, Gaíva AMM, Mello DF. Utilização da caderneta de saúde da criança pela família: Percepção dos profissionais. Texto Contexto Enferm. 2015;24(2):407-14. http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072015000212014.

Downloads

Publicado

2019-09-20

Como Citar

1.
Figueroa Pedraza D. Preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança e antropometria de crianças. J Manag Prim Health Care [Internet]. 20º de setembro de 2019 [citado 26º de outubro de 2021];10. Disponível em: https://jmphc.emnuvens.com.br/jmphc/article/view/957