Avaliação econômica em saúde na reabilitação hospitalar em saúde pública

uma revisão integrativa – primeiros resultados

Autores

  • Marcos Leite da Costa Instituto do Câncer do Estado de São Paulo - ICESP
  • Leonardo Carnut Centro de Desenvolvimento do Ensino Superior em Saúde (CEDESS) – UNIFESP

DOI:

https://doi.org/10.14295/jmphc.v12.1048

Palavras-chave:

avaliação econômica em saúde, reabilitação hospitalar, saúde pública, economia, hospitais; controle de custos.

Resumo

A avaliação econômica em saúde tem se mostrado como uma ferramenta importante no sentido de salvaguardar recursos, ainda que sejam no âmbito da interação microeconômica (prestador-usuário). A avaliação econômica tem auxiliado na aplicação de recursos para os programas ou tecnologias, através de alocação eficiente, procurando obter uma melhor empregabilidade dos mesmos, trazendo melhores resultados ao sistema de saúde e ao usuário, tendo como objetivo, informar  as tomadas de decisões de forma eficiente, e assim, contribuir para uma repartição mais igualitária das intervenções e ações, gerando ganhos reais em saúde. Desde o início do século XXI, é observada a preocupação com os recursos e a sustentabilidade de sistemas de saúde. Assim, foram então criadas as agências de avaliação de tecnologias da saúde (ATS) que são pautadas por estudos científicos para avaliação de decisões de incorporações, exclusões ou não de tecnologias, medicamentos, procedimentos ou produtos no SUS. Os gestores SUS se deparam com grandes desafios no sistema de saúde, que acabam gerando pressões sobre o direcionamento dos gastos. No SUS é costumeiramente observada a tradição dos serviços hospitalocêntricos e uma dificuldade maior na Atenção Básica (AB) em prover os serviços de reabilitação para os usuários. Esse fato leva a possibilidade de encaminhamento para os serviços de outro nível de atenção sem previamente o devido acolhimento ou avaliação da situação, assim o papel da AB deve ser o de possibilitar o início precoce das ações de reabilitação e de prevenção de perdas funcionais, auxiliando a redução de possível piora da saúde do paciente evitando aumentar a demanda de necessidade de internações rede de atenção mais especializada. A reabilitação está inserida no processo de recuperação e reinserção do doente na sociedade, sendo dividido de acordo com o estágio de tratamento. Sendo a reabilitação um processo importante no período da internação do paciente, visando reduzir impactos e comprometimento funcional, auxiliando a reduzir o tempo de internação dos pacientes, consequentemente reduzindo gastos de recursos públicos em  manter o leito ocupado pelo doente, a reabilitação contribui diretamente no retorno do paciente a sua vida diária. Devido ao exposto acima, essa revisão da literatura buscar vislumbrar as características da reabilitação hospitalar no sistema público sobre a ótica do econômico em saúde.  Objetivo: Identificar o que a literatura científica apresenta sobre avaliação econômica em saúde na reabilitação hospitalar com foco na saúde pública. Como objetivos específicos a revisão busca: a) sistematizar os estudos de avaliação econômica em saúde na reabilitação hospitalar na saúde pública, b) analisar os tipos de estudos de avaliação econômica no serviço de reabilitação hospitalar no Sistema Único de Saúde, C) discutir os estudos de avaliação econômica sobre reabilitação hospitalar no sistema público de saúde. Método: A pesquisa é uma revisão integrativa da literatura de questões referente a estudos de avaliação econômica em saúde na reabilitação hospitalar na saúde pública, revisando o que a literatura apresenta de disponível através da busca sistematizada em plataforma de bases de dados na área da saúde. Foi observado nas pesquisas que, estudos sobre reabilitação hospitalar no Sistema Único de Saúde (SUS) são praticamente inexistentes, por esse motivo reformulamos nosso questionamento e introduzimos o descritor “saúde pública” associada ao “SUS”, ampliando o número de estudos sobre o tema proposto. Os descritores foram selecionados a partir da pergunta de pesquisa e em seguida extraídos os polos que são: “avaliação econômica em saúde” “reabilitação hospitalar”, “saúde pública” e “SUS”. Para cada polo, foram buscados descritores na plataforma: http://desc.bvs.br/descritores, correlacionando suas definições com a pergunta da pesquisa. Após o levantamento dos descritores, a busca sistematizada foi realizada na plataforma da Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) http://bvsalud.org/ - Portal regional da BVS, fazendo buscas e cruzando diversos descritores relacionados ao tema e utilizando-se as sintaxes necessárias para refinar a busca. No decorrer da construção da sintaxe, foi optado por realizar o teste na sintaxe no polo contexto, saúde pública e SUS não como “descritor de assunto” mas sim como “título resumo e assunto”, e foi observado que dessa forma a sintaxe dialogou melhor com a pergunta da pesquisa, ficando como a sintaxe final: mh:(mh:((mh:(mh:("Pesquisa sobre Servicos de Saude" OR "Avaliacao de Processos e Resultados em Cuidados de Saude" OR "Avaliacao em Saude" OR "Avaliação de Eficácia-Efetividade de Intervenções" OR "Avaliação de Custo-Efetividade" OR "Controle de Custos" OR "Custos e Análise de Custo" OR  "Economia e Organizacoes de Saude" OR "Analise de Custo-Beneficio"))) AND (mh:(mh:("Hospitais de Reabilitacao" OR "Centros de Reabilitacao" OR "Servicos de reabilitacao" OR "Economia Hospitalar" OR "Servico Hospitalar de Terapia Ocupacional" OR "Servico Hospitalar de Fisioterapia" OR "fonoaudiologia" OR "Reabilitacao" OR "Atencao Terciaria a Saude" OR "Medicina Fisica e Reabilitacao"))) AND (tw:(tw:((tw:(tw:("sus"))) OR (tw:(tw:("Saude Publica" )))))))). Considerações finais: Chegamos ao resultado de 78 publicações, sendo um título repetido, ficando para avaliação 77 publicações, dessas 55 foram excluídas após a leitura do título e resumo, restando 22 publicações, sendo que dessas oito estavam indisponíveis para leitura, sendo realizada a leitura na íntegra dos textos de 14 publicações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

.

Downloads

Publicado

2021-03-18

Como Citar

1.
Leite da Costa M, Carnut L. Avaliação econômica em saúde na reabilitação hospitalar em saúde pública: uma revisão integrativa – primeiros resultados. J Manag Prim Health Care [Internet]. 18º de março de 2021 [citado 23º de setembro de 2021];12(spec):1-2. Disponível em: https://jmphc.emnuvens.com.br/jmphc/article/view/1048

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>